Domingo
29 de Novembro de 2020 - 

Notícias

Previsão do tempo

Hoje - Salvador, BA

Máx
28ºC
Min
23ºC
Chuvas Isoladas

Segunda-feira - Salvador, BA

Máx
29ºC
Min
24ºC
Chuvas Isoladas

Terça-feira - Salvador, BA

Máx
30ºC
Min
23ºC
Parcialmente Nublado

Quarta-feira - Salvador, BA

Máx
30ºC
Min
24ºC
Predomínio de

Hoje - Belém, PA

Máx
31ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva

Segunda-feira - Belém, PA

Máx
34ºC
Min
24ºC
Pancadas de Chuva

Terça-feira - Belém, PA

Máx
33ºC
Min
24ºC
Chuva

Quarta-feira - Belém, PA

Máx
31ºC
Min
24ºC
Chuvas Isoladas

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . . . .
Dow Jone ... % . . . . . . .
França 0,43% . . . . . . .

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,35 5,35
EURO 6,39 6,39
PESO (ARG) 0,07 0,07

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

INSTITUCIONAL: Projeto “Segurado Especial Rural” do TRF1 e da AGU é destaque em evento do GNova

Como desenvolver um projeto de inovação em meio à pandemia e de forma remota? Esse foi o tema do GN Papo – Me conta da Sua Janela, ocorrido nessa quinta-feira, 22 de outubro. O evento virtual foi transmitido pela plataforma Zoom e promovido pelo GNova, Laboratório de Inovação em Governo da Escola Nacional de Administração Pública (Enap).  No início deste ano, por meio do edital Janela GNova, algumas equipes foram selecionadas para a participação do desenvolvimento de projeto com foco em um problema específico de cada órgão escolhido. Agora, durante o encontro GN Papo, foram apresentadas as equipes e os projetos selecionados –dentre eles o “Projeto Segurado Especial Rural”, uma parceria do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) e da Advocacia-Geral da União (AGU) para promover melhor acesso do segurado especial ao benefício previdenciário rural. Projeto Segurado Especial Rural – A juíza federal em auxílio à 9ª Vara Cível do Distrito Federal Maria Cândida Carvalho e o procurador da AGU Frederico Jorge Magalhães Pereira Lira apresentaram o Projeto, voltado para os benefícios previdenciários do segurado especial (aposentadoria por idade, aposentadoria por invalidez, auxílio-doença e pensão por morte) e o alto número de judicialização dessas ações. “Problemas muito complexos, que envolvem os Poderes Executivo e Judiciário”, explicou a magistrada.  Segunda a juíza Maria Cândida, esse grande número de judicialização causa problemas tanto para as partes envolvidas (cidadão, magistrados, servidores do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, sindicatos rurais) quanto para o Estado Brasileiro. Só na Justiça Federal da 1ª Região o número representa 1.1 milhão de processos previdenciários em tramitação, ou seja, aproximadamente 60% das implantações de aposentadorias por idade rural na JF1 são provenientes de decisões judiciais. Para resolver esse problema, primeiro foi necessário identificar a jornada desse segurado e que o leva à judicialização como, por exemplo, saber se ele tem direto ao benefício, como comprovar que é um segurado especial, identificar as dificuldades de acesso à documentação etc. A partir da identificação desses problemas, a grande questão a ser resolvida seria: “Como ampliar o acesso do segurado especial rural ao benefício previdenciário?”.  Conforme explicou a juíza Maria Cândida, o foco do Projeto foi em como ampliar o acesso do segurado especial rural ao benefício previdenciário com todas as dificuldades enfrentadas por esse segurado. Para isso, foi desenvolvido um formulário amigável digital para a conciliação, que funciona tanto para quem é possível beneficiário quanto para seus representantes (advogados, sindicatos rurais e outros).  Esse formulário coleta dados integrando a lógica dos requisitos formais (tradicionais petições iniciais judiciais) com a lógica do usuário (linguagem simples e acessível, funcionalidades, dúvidas) e facilita a resolução da demanda com mais celeridade, pois reúne e organiza melhor as informações fornecidas pelo requerente.  Como resultado, o “Projeto Segurado Especial Rural” apresentou uma ampliação do acesso aos benefícios previdenciários onde a atividade foi testada. Num período de 6 meses de testes, 70% desses processos judiciais na Seção Judiciária da Bahia (SJBA) e 50% na Seção Judiciária do Acre (SJAC) foram resolvidos.  Participaram do Projeto pelo TRF1: A coordenadora-geral do Sistema de Conciliação da Justiça Federal da 1ª Região (SistCon), desembargadora federal Gilda Sigmaringa Seixas; o juiz federal Itagiba Cata Pretta, da 4ª Vara Federal do DF; a juíza federal Kátia Balbino, da 3ª Vara do DF; o juiz federal substituto da 13ª Vara do DF Marcos José Ribeiro; a juíza federal em auxílio à 9ª Vara Cível do Distrito Federal Maria Cândida Carvalho e o supervisor da Seção de Modernização Administrativa da SJDF (Semad), Angelo José Faleiro Filho.  Pela AGU: Flávio Chiarelli Vicente de Azevedo; Frederico Jorge Magalhães Pereira Lira, Karla Margarida Martins Santos e Guilherme Neves (participação especial).  Pela GNova: Letícia Koeppel Mendonça e Caio Werneck.  Outros projetos foram apresentados no GN Papo: Projeto Perséfone, do Ministério da Justiça e Segurança Pública; Projeto Hidrologiquês, da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (Ana); Projetos Perfis, do Laboratório de Gestão Inovadora de Pessoas (La - Bora! Gov) e Projeto Abordagem Comportamental para Compliance Tributário, da Receita Federal.  RF   Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região
23/10/2020 (00:00)

Contate-nos

Advocacia & Consultoria Jurídica Galvão - Salvador/BA

Rua Miguel Burnier nº  185
-  Barra
 -  Salvador / BA
-  CEP: 40140-190
+55 (71) 999201814
Visitas no site:  3721251
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.