Segunda-feira
19 de Abril de 2021 - 

Notícias

Previsão do tempo

Hoje - Salvador, BA

Máx
26ºC
Min
24ºC
Instável

Terça-feira - Salvador, BA

Máx
27ºC
Min
24ºC
Instável

Quarta-feira - Salvador, BA

Máx
29ºC
Min
21ºC
Chuva

Quinta-feira - Salvador, BA

Máx
30ºC
Min
23ºC
Chuva

Hoje - Belém, PA

Máx
33ºC
Min
24ºC
Pancadas de Chuva

Terça-feira - Belém, PA

Máx
32ºC
Min
24ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Belém, PA

Máx
32ºC
Min
24ºC
Chuva

Quinta-feira - Belém, PA

Máx
32ºC
Min
23ºC
Chuva

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . . . . .
Dow Jone ... % . . . . . . .
França 0,43% . . . . . . .

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 5,63 5,63
EURO 6,75 6,75
PESO (ARG) 0,06 0,06

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

OAB no Rádio discute pedido da Seccional para apurar ilegalidades na dívida pública do Estado

A OAB da Bahia, juntamente com a Auditoria Cidadã da Dívida (ACD) da Bahia, protocolaram um pedido de informação junto à Secretaria da Fazenda (SEFAZ) sobre dados da dívida pública do Estado para apurar possíveis ilegalidades.Para falar sobre o tema, o OAB na Rádio desta terça (06) recebeu o presidente da Comissão de Orçamento e Finanças Públicas da seccional baiana, Tiago Assis, e o membro da Auditoria Cidadã da Dívida/Bahia Cláudio José de Oliveira.Conforme explicou Tiago, mesmo pagando cerca de seis vezes o valor da dívida à União, que se tornou credora em meados dos anos 90, os Estados ainda não conseguiram quitá-la.  "O resultado disso é que boa parte dos recursos públicos é tragada pela dívida, sendo que poderiam estar financiando políticas públicas. Queremos, então, auditar os dados desses 30 anos de processo e identificar possíveis ilegalidades", explicou Tiago.Segundo Cláudio, a dívida atual chega a R$ 7 bi, com juros que chegam a 7%. O representante da Auditoria Cidadã também chamou a atenção para dívidas anteriores. "Há 30 anos, desde 97, que a Bahia e quase todos estados contraíram a dívida, mas existem registros anteriores, que a gente não sabe nem do que se trata", pontuou.Cláudio explicou, ainda, que a auditoria é uma questão soberana, “não por acaso existem tribunais internacionais de crimes contra a humanidade, mas não há um para dívida”. "Então não é fácil entrar nesse domínio, mas não é impossível".Ainda sobre possíveis ilegalidades, Tiago destacou o desvio de função da dívida pública. "É algo calamitoso. A contração da dívida não tem sido utilizada para desenvolver obras de infraestrutura, mas para refinanciar a dívida, justamente pela abusividade dos juros. Isso se configura como desvio de finalidade", explicou.  Tiago também falou sobre o "mito" de que a carga tributária brasileira é alta. "O problema é que ela é má distribuída e seu peso recai todo em cima dos tributos indiretos, de consumo, sobre o assalariado. E isso a gente vê bem no imposto de renda. Proporcionalmente falando, a classe assalariada paga mais caro que o rico", disse o representante da OAB-BA.Sobre o andamento da auditoria, Cláudio disse que a Sefaz pediu um prazo até o final de abril para enviar a documentação, mas antecipou que ilegalidades já foram encontradas em outros estados, como Alagoas. "Aqui, não sabemos ainda, mas queremos saber. É um valor muito grande para ser auditado", destacou.No caso de alguma irregularidade ser constatada, Tiago disse que a OAB-BA e a Auditoria Cidadã juntarão esforços junto à Procuradoria do Estado em benefício do cidadão.
06/04/2021 (00:00)

Contate-nos

Advocacia & Consultoria Jurídica Galvão - Salvador/BA

Rua Miguel Burnier nº  185
-  Barra
 -  Salvador / BA
-  CEP: 40140-190
+55 (71) 999201814
Visitas no site:  4113978
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.