Domingo
20 de Maio de 2018 - 
* NARRA MIHI FACTUM, DABO TIBI JUS *
* DÁ-ME OS FATOS, QUE LHE DAREI O DIREITO *

Acompanhe seu Processo

Insira seu email e senha cadastrados para acesso:

Previsão do tempo

Hoje - Belém, PA

Máx
33ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva

Segunda-feira - Belém, ...

Máx
33ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva

Terça-feira - Belém, P...

Máx
32ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva

Quarta-feira - Belém, P...

Máx
31ºC
Min
23ºC
Pancadas de Chuva

Newsletter

Notícias

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .
Espanha 0% . . . .
França 0,43% . . . .
Japão 1,86% . . . .

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,75 3,75
EURO 4,41 4,42
PESO (ARG) 0,15 0,15
GUARANI 0,00 0,00
IENE 0,03 0,03
LIBRA ES ... 5,05 5,05

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Vendedor é condenado por duplo homicídio a 20 anos de reclusão

Jurados do 3º Tribunal do Júri de Belém, presidido pela juíza Ângela Alice Alves Tuma, votaram pela condenação de Cleverton Cardoso dos Santos, 33 anos, vendedor, acusado de dois homicídios, que vitimaram Alex Santos dos Santos, 33 anos, sem ocupação definida e Claudionor Cabral Souza, 39 anos, serviços gerais. A pena aplicada ao réu por amobs os crimes totalizou 20 anos de reclusão, que serão cumpridos em regime inicial fechado. A decisão acolheu, por maioria dos votos, a tese acusatória sustentada pelo promotor de justiça José Maria Gomes. A Promotoria sustentou que o réu foi autor de duplo homicídio qualificado, com pena prevista de 12 a 30 anos. Conforme a acusação o alvo era Alex Pessoa, mas, os disparos atingiram Claudionor Cabra, que, na ocasião, estava em companhia de Alex. Para a Promotoria, o réu cometeu o crime por ciúmes da ex-mulher e atingiu também outra pessoa, agindo por motivo torpe. A defesa do acusado foi promovida pelos advogados Fernando Antônio Pessoa da Silva e Jackson Júnior Damasceno Martins. Os advogados sustentaram a tese de legitima defesa de terceiros e a de adversidade de conduta persa, sendo as teses rejeitadas. Em interrogatório o réu confessou a autoria dos disparos e afirmou que Alex estava ameaçando sua ex-mulher e filhos. O crime foi cometido por volta das 10h, do dia 29/03/2012, na Rua Claudio Bordalo, Bairro Sacramenta, Belém.
Fonte:
TJ Para
14/05/2018 (00:00)

Contate-nos

Advocacia & Consultoria Jurídica Galvão

Conselheiro Furtado n°  2391  Ed. Belém Metropolitan sl 1202
-  Cremação
 -  Belém / PA
-  CEP: 66040-100
+55 (91) 21211601+55 (91) 983642001
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  1480634
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.